7.000 militares serão contratados pelo governo para aliviarem fila de espera do INSS

0

Se você pediu para se aposentar ou para receber algum outro benefício do INSS, é bem possível que você esteja na lista de espera. Há muita gente que está nessa situação. Por essa razão, o governo resolveu contratar até 7.000 militares para aliviarem a fila de espera do INSS.

É importante considerar que 1,3 milhões de pessoas estão há mais de 45 dias esperando alguma resposta do órgão. Esse é o prazo legal para que os pedidos sejam analisados. Quer saber mais sobre a decisão do governo? Então continue lendo este artigo!

fila de espera do INSS
Saiba as principais informações sobre a contratação do Governo de militares para aliviarem fila de espera do INSS. (Foto: Reprodução/CBN Curitiba)

Mais informações sobre contratação de militares para diminuírem fila de espera do INSS

Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, fez o anúncio da decisão do governo de diminuir a fila de espera do INSS nesta terça-feira (14). Segundo ele, as regras para a contratação dos militares da reserva serão publicadas até o fim desta semana por meio de um decreto.

O objetivo do governo é que esses profissionais passem a trabalhar nas suas novas funções a partir de abril. Eles devem assumir o atendimento nas agências do INSS. Assim, os agentes que estão trabalhando nessas áreas no momento, poderão começar a análise do pedidos dos segurados.

Por mais que a previsão do governo seja diminuir em grande medida a fila de espera do INSS, ela não será zerada de acordo com Marinho. Ele afirmou que o objetivo dessa força-tarefa é diminuir a quantidade de pedidos a fim de que eles sejam reduzidos à uma quantidade que o órgão possa processar.

Vale lembrar que, por mês, o INSS recebe 988 mil pedidos por benefícios. Assim sendo, a estimativa de Marinho é de que em seis meses, o governo atinja o seu objetivo.

Também é importante mencionar que a contratação dos militares terá um custo de R$ 14,5 milhões por mês.

No entanto, de acordo com o governo, esse valor será menor do que aquele que seria pago com as correções monetárias. Isso porque ele teria que pagar os meses em que os segurados não receberam o seu benefício. Contratando os militares, a União deixa de ter esse custo.

Considerações finais

Tendo dito isso, nós do WR Notícia esperamos ter esclarecido o porquê da contratação de militares para diminuírem a fila de espera do INSS. Comente abaixo o que você achou dessa medida do governo! Para se informar sobre outras notícias relacionadas à economia do país, continue acompanhando o nosso site!

 

Fonte: Uol