Preço da carne caindo gradativamente em 2020: entenda!

0

Para quem gosta de fazer um churrasco com a família no final de semana, é muito bom saber sobre o preço da carne caindo. Ainda que a mudança no valor seja gradativa, a diferença já pode ser sentida no bolso em vários açougues e mercados do país. No artigo de hoje, nós do WR Notícia trazemos uma apreciação geral do que aconteceu para que o preço tenha subido em 2019. Ademais, discutimos a queda que observamos em 2020.

Para começo de conversa, a questão com o valor da carne não começou no Brasil, mas na China. Uma boa parcela do rebanho suíno chinês foi afetada pela proliferação da peste suína africana, de modo que o país precisou buscar alternativas para satisfazer a própria demanda de carne. Assim sendo, o Brasil, que já era um de seus maiores exportadores de carne, passou a atender essa demanda ao exportar altos volumes de cortes bovinos.

preço da carne caindo

Entenda as causas pelas quais vemos o preço da carne caindo em 2020! (Foto: Barba de Respeito)

Aumento e queda no preço da carne bovina brasileira

O problema de tudo isso é que a decisão de mandar nossa carne para a China que implicou em um problema para o consumidor brasileiro. Isso ocorre principalmente porque quando a exportação aumenta nesse nível, os preços dos cortes e dos fornecedores de carne ficam muito mais elevados. Dessa forma, quando a carne chegou no mercado para o brasileiro consumir, estava muito mais cara do que o normal.

Nesse contexto, a exportação de carne bovina adquiriu contornos controversos. Por um lado, os fornecedores viram seus produtos serem valorizados. Ademais, a nível nacional, o Brasil tornou-se soberano na exportação de carne para a China. No entanto, no que diz respeito ao brasileiro, os resultados não foram tão interessantes. Por essa razão, foi um alívio quando as notícias começaram a anunciar o preço da carne caindo.

Ao que tudo indica, essa é uma tendência que se perpetuará ao longo de 2019. A China logo voltará a ter sua produção nacional regular e não precisará importar tanta carne dos brasileiros. Ademais, especula-se que os Estados Unidos também se tornarão exportadores do produto, o que diminui a exportação brasileira.

Assim, é possível ficar mais tranquilo quanto ao preço da carne neste ano. Sabemos que, principalmente nos meses de janeiro a março as famílias brasileiras ficam com as finanças mais apertadas por diversos motivos. Há impostos para pagar, material escolar para comprar e ninguém quer ficar se preocupando com o preço da carne caindo ou subindo. Ao que parece, preocupar-se com isso não é necessário mesmo.

Fonte: UOL